Defesa Civil

Previsão para MARÇO, ABRIL e MAIO de 2013

Início do Outono: 20 de março às 08:02h.

A previsão para o trimestre março/abril/maio é de chuva próxima a acima da média climatológica em Santa Catarina. Março deve ser típico com chuva próxima a média no Estado. Esse mês marca a transição entre o verão e o outono, e especialmente na primeira quinzena ainda predominam as características de verão, com mudança no padrão atmosférico na segunda quinzena. Ainda são esperados temporais isolados associados ao aquecimento diurno, passagem de frentes frias, bem como ocorrência de chuva forte localizada, num curto espaço de tempo, com rajadas intensas de vento e granizo. Por isso, salienta-se a importância do acompanhamento da previsão diária de tempo no site da Epagri/Ciram.

Em abril e maio a perspectiva é de chuva próxima a média no Oeste e Meio Oeste e próxima a acima do Planalto ao Litoral, lembrando que no outono o volume de chuva diminui em relação aos meses de verão (link). Nessa estação a chuva ocorre principalmente associada a passagens de frentes frias, sistemas de baixa pressão e vórtices ciclônicos. Também é a época de atuação frequente dos ciclones extratropicais, próximo ao litoral, que oferecem perigo às embarcações, quando os ventos fortes e mar agitado muitas vezes resultam em ressaca.

Em relação às temperaturas, a previsão é que fiquem próximas a ‘normal’ climatológica, no trimestre, ou seja, um outono típico. Boa parte de março ainda terá características de verão com temperaturas mais elevadas, podendo chegar as primeiras massas de ar frio, fracas e de curta durabilidade, no fim do mês. Mas é a partir de maio que as ondas de frio mais intensas atuam em SC, com geadas generalizadas na maioria das regiões catarinenses e, possibilidade de neve, principalmente, no Planalto Sul. Mesmo assim, eventos prolongados de temperaturas elevadas (acima de 30ºC) podem ocorrer, especialmente no mês de maio, caracterizando os veranicos.

Outra característica do outono é os nevoeiros nas primeiras horas da manhã e a grande amplitude térmica diária (diferença de temperatura mínima e máxima), ou seja o dia começa com temperaturas mais baixas e durante a tarde, com a presença do sol, a temperatura sobe e chega até a fazer calor.

A Temperatura da Superfície do Mar (TSM):

Na área oceânica do Pacífico Equatorial Leste, região de monitoramento do ENOS (El Niño Oscilação Sul) pode se dizer que as águas superficiais estão próximas à normalidade, sem aquecimento ou resfriamento significativo. Os padrões de circulação atmosférica de grande escala apresentaram um padrão próximo à climatologia em praticamente toda a faixa Equatorial do Pacífico. Estes padrões atmosféricos e oceânicos não devem mudar nos próximos meses, portanto a previsão é de neutralidade climática no outono.



Marcelo Martins e Gilsânia Cruz - Meteorologista(s)

Previsão